quinta-feira, junho 27, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasTragédia: Quatro Mortes Dentro de Carro Levantam Suspeita de Intoxicação por Monóxido...

Tragédia: Quatro Mortes Dentro de Carro Levantam Suspeita de Intoxicação por Monóxido de Carbono

A família relatou que o carro tinha passado por uma alteração recente no sistema de escape.

Quatro jovens foram encontrados desmaiados dentro de um veículo BMW em Balneário Camboriú, Santa Catarina, resultando em uma tragédia que levou à morte do grupo. De acordo com o delegado Bruno Effori, eles permaneceram no carro ligado, com o ar-condicionado em funcionamento, por aproximadamente quatro horas, antes de serem encontrados na manhã de segunda-feira (1º).

A suspeita inicial da polícia aponta para uma falha mecânica na BMW/320I M Sport, fabricada em 2022, que teria permitido a entrada de monóxido de carbono no interior do veículo, possivelmente causando as mortes.

Segundo relatos da família aos investigadores, o veículo havia passado por modificações recentes no sistema de escapamento, levantando a possibilidade de uma relação com o vazamento.

O delegado Bruno Effori explicou que a perícia identificou uma perfuração no escapamento, entre o motor e o painel do carro, permitindo o vazamento de monóxido de carbono para dentro do veículo, causando asfixia e parada cardiorrespiratória nas vítimas.

As vítimas, cujas identidades ainda não foram divulgadas, eram naturais de Paracatu, em Minas Gerais, mas residiam na Grande Florianópolis há aproximadamente um mês. Tinham idades entre 16 e 24 anos.

O delegado acrescentou que imagens das câmeras de monitoramento do Terminal Rodoviário de Balneário Camboriú foram analisadas como parte da investigação.

Detalhes adicionais revelam que a única sobrevivente, uma mulher, passou menos tempo dentro do veículo. Ela chegou de ônibus de Minas Gerais por volta das 3h e aguardava os ocupantes da BMW, que iriam encontrá-la.

“Ao chegar aproximadamente 2 horas antes do veículo, ela esperou na rodoviária. Quando o carro chegou, eles (ocupantes) informaram que estavam passando mal, sentindo náuseas, tonturas e tremores, optando por aguardar até melhorar”, relatou o delegado.

Durante esse tempo, a jovem entrou e saiu do carro várias vezes, explicou Effori. “Ela não permaneceu constantemente no veículo, que ficou ligado por cerca de 3 a 4 horas, com o ar condicionado funcionando.”

O delegado confirmou a ausência de sinais de violência nas vítimas, mas ainda investiga a possível participação de terceiros no incidente.

O veículo foi submetido à perícia, e os laudos do carro e dos corpos podem levar alguns dias para serem concluídos, segundo a Polícia Científica.

Os corpos foram encontrados fora do veículo e já estavam em parada cardiorrespiratória quando as equipes de resgate chegaram ao Terminal Rodoviário de Balneário Camboriú. Após tentativas de reanimação sem sucesso, foi declarado o óbito do grupo.

- Publicidade -
Google search engine
NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
Google search engine

Mais Popular