quinta-feira, junho 27, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasToyota atinge produção global de 300 milhões de carros

Toyota atinge produção global de 300 milhões de carros

Marco totaliza cerca de 180,5 milhões produzidos no Japão e 119,6 milhões nos demais países

A Toyota Motor Corporation (TMC) atingiu uma produção global acumulada de 300 milhões de carros, incluindo os números de produção de setembro de 2023.

Esse marco foi alcançado em 88 anos e dois meses depois que os primeiros carros da Toyota tiveram a produção iniciada pela Divisão de Produção Automotiva da Toyoda Automatic Loom Works (mais tarde Toyota Industries Corporation), em agosto de 1935. Incluindo produtos nacionais e internacionais, foram 180,5 milhões de carros produzidos no Japão e 119,6 milhões nos demais países (números de janeiro a setembro deste ano). 

“Kiichiro Toyoda disse, ‘fazer carros é algo que todos fazem juntos’. Acredito que este número de 300 milhões é uma prova de todo o trabalho árduo diário dos nossos colegas da Toyota, dos nossos fornecedores e concessionários, e todos os demais stakeholders, bem como todos aqueles que vieram antes de nós. Esta história não começou apenas quando construíram o primeiro carro. Os membros fundadores tentaram e falharam repetidamente, continuamente construindo protótipos, e seus esforços levaram à Toyota de hoje. A Toyota enfrentou perigo repetidas vezes até este ponto. O que nos auxiliou a chegar até aqui são os clientes que amam a marca. Acho que o número de carros conta as histórias dos nossos clientes, e os clientes que escolheram os carros da Toyota para serem seus parceiros através das suas próprias histórias são o que nos permite continuar a fazer carros até hoje. Sou grato do fundo do meu coração. Eu também amo carros, e vamos continuar fazendo carros, um por um e com cuidado, junto com todos os nossos colegas amantes de carros”, comenta Akio Toyoda, Chairman da Toyota Motor Company.

O modelo com maior produção total é o Corolla, com a série histórica acumulada de 53.399 milhões (no fim de setembro).

O presidente da Toyota, Koji Sato, fez o seguinte comentário sobre esse marco: “Quero expressar a minha sincera gratidão aos clientes que escolheram os carros da Toyota e àqueles que construíram cada carro com coração e alma, bem como aos fornecedores e concessionários que os entregaram com cuidado, e a todas as outras partes interessadas. Acredito que esse número de 300 milhões de unidades só poderia ter sido alcançado com o esforço incessante dos colegas de toda a empresa, desde o planejamento e design de peças e veículos até a produção, logística, vendas e serviços, juntamente com todos aqueles que trabalham para apoiar cada etapa. Todos os nossos colegas superaram inúmeros desafios”.

“Só nos últimos anos, assistimos a desastres naturais como o Grande Terremoto no leste do Japão e eventos imprevisíveis como incêndios ou a pandemia de Covid-19 e escassez de chips. Toda vez que enfrentamos o perigo de não poder fazer carros, todos trabalharam juntos para restaurar ou adaptar a produção. No futuro, teremos a certeza de nunca esquecer todos aqueles que apoiaram a nossa produção e daremos o nosso melhor para fazer carros cada vez melhores e trazer sorrisos aos rostos dos clientes”, finaliza Sato. 

Lucro em alta

Neste mês, a Toyota revisou sua previsão de lucro operacional em 50% após registrar um marco em ganhos trimestrais devido a um iene mais fraco, que impulsionou a receita da demanda global por veículos e melhorou as cadeias de suprimentos.

Outro recorde da empresa é refletido na venda de 5,6 milhões de veículos entre abril e setembro, que aproxima a Toyota de alcançar sua meta anual de 11,4 milhões de unidades e manter sua posição como a maior montadora do mundo. Com os números, que também mostram como a demanda por seus powertrains híbridos e a combustão permanece, o lucro operacional da montadora deve chegar a 4,5 trilhões de ienes no ano fiscal até março, superando a estimativa média dos analistas de 1,1 trilhão de ienes. Já as vendas líquidas subiram 24%, para 11,4 trilhões de ienes, e as ações da Toyota tiveram um aumento notável de 50% no ano.

Além disso, a empresa está intensificando seus esforços em veículos elétricos, investindo US$ 8 bilhões em uma fábrica na Carolina do Norte para a produção de baterias para modelos totalmente elétricos e híbridos plug-in e acelerando o desenvolvimento de baterias de estado sólido para carros elétricos, uma vez que a demanda por powertrains híbridos e a combustão permanece forte. Entretanto, a Toyota reduziu sua meta de vendas de veículos elétricos (VE) para o ano fiscal atual, passando de 202 mil unidades para 123 mil.

- Publicidade -
Google search engine
NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
Google search engine

Mais Popular