terça-feira, julho 16, 2024
- Publicidade -
InícioFórmula 1FIA exige esclarecimentos da Fórmula 1 sobre a presença de Neymar na...

FIA exige esclarecimentos da Fórmula 1 sobre a presença de Neymar na pista durante o GP da Espanha

A participação de celebridades nos Grandes Prêmios de Fórmula 1 é algo comum, porém, um incidente envolvendo Neymar durante o GP da Espanha trouxe à tona preocupações sobre a presença dessas personalidades. Durante a volta de apresentação dos carros no Circuito de Barcelona-Catalunha, o atacante do PSG permaneceu no gramado ao lado da reta principal, levantando questões de segurança.

A Federação Internacional do Automobilismo (FIA) abordou o assunto durante a reunião do Conselho Mundial de Esporte a Motor, expressando a necessidade de aprendizado com o incidente. Stefano Domenicali, presidente da Fórmula 1, assegurou à FIA que medidas estão sendo tomadas para evitar a repetição desse tipo de situação. Mohammed ben Sulayem, presidente da FIA, ressaltou que o excesso de pessoas no grid tem sido um problema não apenas na Fórmula 1, mas também em outras categorias, como a Fórmula E e o Mundial de Endurance (WEC).

Foto: Mercedes
Foto: Mercedes

Durante o GP da Espanha, Neymar foi uma das atrações, visitando o circuito nos treinos livres e interagindo com pilotos renomados, como Lewis Hamilton, George Russell, Charles Leclerc e Yuki Tsunoda. Além de Neymar, outros jogadores de futebol, como Kylian Mbappé, também do PSG, e atletas de clubes como Chelsea, Atlético de Madri e Barcelona estiveram presentes na etapa. GPs realizados na Espanha, Mônaco, Itália, Estados Unidos e Miami costumam atrair a presença de diversas personalidades.

Embora seja comum que convidados visitem o grid durante os preparativos para a corrida, o incidente envolvendo Neymar revelou uma falha na aplicação dos protocolos de segurança da categoria. O Código Internacional do Esporte da FIA estabelece que qualquer ato inseguro ou falha em adotar medidas razoáveis que resultem em situação de risco, bem como a falta de cumprimento das instruções dos oficiais relevantes para a realização segura e ordenada do evento, são considerados violações regulamentares.

A FIA busca garantir a segurança e a integridade das competições automobilísticas, e espera-se que medidas apropriadas sejam tomadas para evitar incidentes semelhantes no futuro.

A situação envolvendo Neymar na pista do GP da Espanha ocorre em um ano marcado por incidentes similares na Fórmula 1. No GP da Austrália, em abril, os organizadores da prova foram alvo de uma investigação dos comissários devido à invasão da pista por espectadores próximo à reta final do Circuito Albert Park, em Melbourne.

Foto: Ferrari
Foto: Ferrari

No GP do Azerbaijão, também em abril, houve um episódio perigoso envolvendo Esteban Ocon, que quase atropelou funcionários da FIA em seu último pit stop, enquanto a cerimônia de pódio estava sendo organizada antes mesmo de Sergio Pérez, o vencedor, cruzar a linha de chegada. A FIA reconheceu que situações como essa têm ocorrido com certa frequência e pediu desculpas, mesmo não impondo penalidades.

Durante a reunião do Conselho Mundial do Esporte a Motor, ficou acordado que os organizadores do GP da Austrália apresentarão um relatório sobre o incidente ocorrido na prova, juntamente com medidas de reparação, até o final deste mês.

Mohammed ben Sulayem reforçou a responsabilidade da FIA em garantir um ambiente seguro para todos os envolvidos no esporte a motor e destacou que a segurança é a principal prioridade da federação.

É esperado que, por meio desses relatórios e medidas corretivas, a FIA possa aprimorar ainda mais as políticas de segurança e proteção nas corridas, visando evitar incidentes semelhantes no futuro.

- Publicidade -
Google search engine
NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
Google search engine

Mais Popular