quinta-feira, junho 27, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasNovo Mercedes-AMG GT tem V8 de 585 cv para rivalizar com Porsche...

Novo Mercedes-AMG GT tem V8 de 585 cv para rivalizar com Porsche 911

Mercedes-AMG GT tem novo chassi e motor V8 do irmão SL, mas deixa de oferecer versão conversível Leia mais em: https://quatrorodas.abril.com.br/noticias/novo-mercedes-amg-gt-tem-v8-de-585-cv-para-rivalizar-com-porsche-911/

O Mercedes-AMG GT quase enfrentou a possibilidade de ser descontinuado, no entanto, a marca assegurou, em 2021, que o modelo permaneceria em produção, coexistindo com o novo SL. Cumprindo essa promessa, a Mercedes-Benz apresentou o mais recente GT. Embora as mudanças no design não tenham sido drásticas, a identidade do esportivo permanece reconhecível. Contudo, uma série de melhorias e ajustes foram implementados na nova geração.

Como previamente anunciado em 2021, o GT agora será exclusivamente um cupê. A variante conversível foi substituída pelo Mercedes-AMG SL. No entanto, as alterações se restringem ao nome e à carroceria, uma vez que a montadora já indicou que muitas das melhorias introduzidas no GT também serão incorporadas ao roadster.

Mercedes-AMG GT 2024 (Divulgação/Mercedes-Benz)

Entre as inovações compartilhadas, destaca-se o novo chassi. A estrutura desenvolvida pela Mercedes combina alumínio, aço, magnésio e compósitos de fibra de vidro e carbono. As melhorias são especialmente perceptíveis no espaço interno para dois ocupantes nos bancos traseiros e na capacidade do porta-malas, que agora varia entre 321 e 675 litros.

Adicionalmente, o veículo cresceu em dimensões, tornando-se mais longo, largo e alto. O comprimento do cupê aumentou em 1,82 cm, atingindo 4,73 cm, enquanto a distância entre-eixos aumentou em 7 cm, totalizando 2,7 m. As demais medidas incluem 1,98 m de largura (aumento de 4,5 cm) e 1,35 m de altura (aumento de 6,6 cm).

Essas modificações foram realizadas visando aprimorar a aerodinâmica. Embora o design geral permaneça bastante semelhante, o GT foi meticulosamente esculpido para otimizar a resistência ao ar. Notáveis mudanças incluem os para-lamas, que foram mais acentuados na traseira, bem como os sistemas ativos no assoalho do veículo e o spoiler traseiro ajustável.

Para aqueles com recursos disponíveis, a Mercedes também oferecerá um pacote aerodinâmico opcional, contendo defletores de ar dianteiros adicionais, um difusor traseiro mais proeminente e uma asa traseira fixa. Rodas opcionais de 21 polegadas também estão disponíveis para substituir as rodas padrão de 20 polegadas.

Internamente, o GT mantém um foco na esportividade sem negligenciar o luxo. Os bancos em concha oferecem aquecimento como opção e são revestidos com materiais premium, assim como o volante AMG Performance.

O painel central ostenta um sistema de multimídia de 11,9 polegadas com a tecnologia MBUX da Mercedes. O quadro de instrumentos é equipado com outro display maior, de 12,3 polegadas, que pode ser personalizado com layouts da AMG, priorizando informações essenciais para condução em pista.

A parte mais substancial encontra-se sob o capô. O AMG GT busca competir, dentre outros esportivos, com o Porsche 911. Para isso, está equipado com um motor V8 biturbo de 4.0 litros em duas configurações distintas. Na versão mais leve, reservada ao modelo 55, o motor produz 476 cv e 71,4 kgfm de torque, permitindo que o cupê acelere de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos, atingindo uma velocidade máxima de até 295 km/h.

No GT 63, o motor V8 oferece agora 585 cv e 81,6 kgfm de torque. Nesta configuração, o tempo de 0 a 100 km/h é reduzido para 3,2 segundos, enquanto a velocidade máxima aumenta para 315 km/h. Em ambos os casos, a transmissão é realizada por uma automática AMG Speedshift de 9 marchas, com embreagem de partida úmida substituindo o conversor de torque.

O cupê também apresenta tração integral totalmente ajustável (diferente do modelo anterior que era de tração traseira), suspensão com estabilização de rolagem ativa, diferencial de travamento traseiro eletrônico e direção traseira ativa.

Essas opções também estão disponíveis no conversível SL, o qual ainda oferece uma versão de entrada equipada com um motor de quatro cilindros. No entanto, a Mercedes não confirmou se o GT receberá uma variante mais suave, como seu irmão. É mais provável que uma versão híbrida plug-in seja introduzida em um futuro próximo.

O lançamento do Mercedes-AMG GT nos Estados Unidos está previsto para o primeiro semestre de 2024. O preço ainda não foi divulgado, mas é estimado em torno de US$ 100.000, equivalente a cerca de R$ 500.000.

- Publicidade -
Google search engine
NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
Google search engine

Mais Popular