quinta-feira, junho 27, 2024
- Publicidade -
InícioFórmula 1Mick Schumacher e sua trajetória na Haas

Mick Schumacher e sua trajetória na Haas

Mick Schumacher viveu momentos desafiadores durante seus dois anos na Haas na Fórmula 1. Embora não tenha alcançado resultados notáveis, ele perdeu sua posição como piloto titular em 2023, assumindo o papel de piloto reserva e de testes na Mercedes. Mick acredita que sua performance não foi afetada apenas pelo desempenho do carro, mas também pela falta de apoio da equipe.

Durante as temporadas de 2021 e 2022, Schumacher competiu pela Haas. No entanto, seu desempenho não foi bem recebido por Guenther Steiner, chefe da equipe, que criticou publicamente o piloto em várias ocasiões. Tais críticas exacerbaram a situação.

Mick relembra: “Você sempre tem pessoas que te apoiam, mas também pessoas que não te apoiam. [Na Haas] isso foi abaixo do ideal. Todo mundo às vezes sofre um acidente. Na Arábia Saudita fiquei feliz por estar bem, mas algumas pessoas começaram a falar sobre algo desnecessário e tentaram complicar a situação”.

Atualmente, como piloto reserva da Mercedes e também realizando testes com outras equipes, Schumacher sente que está recebendo um tratamento mais profissional, o que tem contribuído para seu desenvolvimento. Ele observa: “Agora vejo como as coisas deveriam realmente ser feitas. Mesmo com outros chefes de equipe, como McLaren ou Williams. Os dois anos que tive não tiveram nada a ver com isso. Então você não pode presumir que um piloto terá o melhor desempenho se não for apoiado da maneira certa. No final, aprendi muito como pessoa. Que as pessoas nunca vão te dar flores. Você mesmo tem que colhê-las”.

A Fórmula 1 retomará suas atividades em duas semanas, nos dias 15, 16 e 17 de setembro, com o GP de Singapura, marcando a 15ª etapa da temporada 2023.

- Publicidade -
Google search engine
NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
Google search engine

Mais Popular