terça-feira, julho 16, 2024
- Publicidade -
InícioFórmula 1Schumacher questiona moleza da Haas em GP da Espanha que “era para...

Schumacher questiona moleza da Haas em GP da Espanha que “era para três paradas”

Mick Schumacher lamentou a insistência da Haas em manter a estratégia de dois pit-stops em vez de três paradas no GP da Espanha. O alemão sofreu com a alta degradação dos pneus nas voltas finais e terminou apenas em 14º

Ainda não foi dessa vez que Mick Schumacher conseguiu marcar os seus primeiros pontos na Fórmula 1, mas o alemão acredita que a história poderia ter sido diferente, caso a Haas tivesse optado pela estratégia de três paradas no GP da Espanha, ao invés de manter o plano original de dois pit-stops. O alemão sofreu bastante com o desgaste de pneus e perdeu a chance de lutar por uma posição melhor que a 14ª.

Schumacher classificou a largada como “divertida”, mas reconheceu que foi “frustrante não termos ritmo para ficar à frente”. “Os pneus não duraram tanto quanto esperávamos, e então tomamos a decisão errada de seguir com o plano A em vez de uma estratégia de três paradas”, salientou.

Mick Schumacher questionou a “falta de reação” da Haas em Barcelona (Foto: Haas F1 Team)

Em seu stint final, com compostos macios, o carro #47 esteve muito perto de terminar na zona de pontos. Mas a dez voltas do fim, Mick teve uma queda de rendimento acentuada por conta da degradação da borracha.

“Temos de ver como chegamos a essa estratégia e por que não reagimos. No final das contas, sempre se é mais inteligente em retrospecto. É por isso que vamos trabalhar como equipe e ver o que podemos melhorar”, completou o piloto.

Única equipe sem levar nenhuma atualização para Barcelona, a Haas já confirmou que só deve promover alguma mudança pela metade da temporada. Schumacher, porém, chamou a atenção para o bom desempenho do VF-22, sobretudo na classificação, e acredita que isso pode ser um fator importante para a próxima etapa, nas ruas de Monte Carlo.

“Mesmo sem atualizações, nosso carro ainda é muito forte, especialmente na classificação, que é algo importante em Mônaco”, disse. “Também me senti muito confortável lá no ano passado, apesar de infelizmente não ter me classificado [devido a um acidente no TL3]. Espero que este ano seja melhor para mostrarmos nosso melhor desempenho”, concluiu.

- Publicidade -
Google search engine
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Publicidade -
Google search engine

Mais Popular