quinta-feira, julho 18, 2024
- Publicidade -
InícioFórmula 1Russell recorda Miami, contém euforia e diz que Mercedes quica nas curvas...

Russell recorda Miami, contém euforia e diz que Mercedes quica nas curvas na Espanha

George Russell conteve a empolgação com a boa performance da Mercedes no TL2 em Barcelona ao lembrar que o time liderou a sexta-feira em Miami e, no sábado, já estava de volta ao meio do pelotão. O inglês ainda explicou que o carro segue quicando, mas agora nas curvas

A Mercedes ficou em segundo e terceiro no TL2 da Espanha, mas a experiência em Miami faz com que George Russell tenha toda cautela do mundo. Nesta sexta-feira (20), após os ótimos resultados conquistados por ele e por Lewis Hamilton, George lembrou que o time também andou muito no primeiro dia da prova americana e, no sábado, estava lá perdido no meio do pelotão. Hora de ter cautela, portanto, com o atualizado W13.

Além do retrospecto de Miami, George explicou que o carro parece ter solucionado os fortíssimos quiques de reta, mas que surgiram, agora, as quicadas nas curvas, o que também compromete bastante a pilotagem.

“Não sei bem onde estamos, sinceramente, porque em Miami nós éramos os mais rápidos na sexta-feira e foi daquele jeito. Agora, estamos em segundo, vamos ver. O carro tem reagido de forma um pouco diferente. Temos limitações diferentes agora: não estamos quicando nas retas, mas ainda um pouco nas curvas”, disse.

George Russell começou bem em Barcelona, mas segue cauteloso pelo que rolou em Miami (Foto: Mercedes)

Ao projetar a distância para os times mais fortes, Russell ficou no meio do caminho. Por mais que veja a Mercedes com potencial para incomodar, sente que Ferrari e Red Bull esconderam bastante o jogo durante a sexta-feira.

“A Red Bull ainda me parece muito, muito forte. Parecem os mais fortes, mas precisamos analisar os dados. Não vejo motivos para não ficarmos nessa distância dos líderes, talvez até mais perto, mas tem algo importante: Ferrari e Red Bull andaram com os modos mais conservadores dos motores, é um truque”, completou.

Apesar da performance muito complicada, os resultados da Mercedes nem estão tão ruins assim. O time ainda está tranquilo em terceiro, com 95 pontos. No Mundial de Pilotos, Russell é quarto, enquanto Hamilton vem em sexto.

- Publicidade -
Google search engine
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Publicidade -
Google search engine

Mais Popular