terça-feira, julho 16, 2024
- Publicidade -
InícioAutomobilismoAlpine tem resultados mistos na relargada da temporada em Fuji

Alpine tem resultados mistos na relargada da temporada em Fuji

As equipes foram recebidas pelo tufão Yun-Yeung, cuja evolução para tempestade tropical poupou a região localizada aos pés do Monte Fuji de qualquer dano material ou adiamento das primeiras voltas na pista. A equipe Azul iniciou seu programa de testes em pista úmida na sexta-feira, acumulando o máximo de informações e marcando o segundo melhor tempo na última sessão. Sob um céu mais encoberto no sábado à noite, Matthieu Vaxivière e Olli Caldwell enfrentaram o desafio das qualificações, onde os concorrentes diminuíram seus tempos respectivos quase a cada volta. O francês Vaxivière finalmente terminou em nono, a menos de dois décimos de segundo do top 5 e duas posições à frente de seu companheiro de equipe britânico.

No domingo, os pilotos da categoria, Silver Julien Canal e Memo Rojas, foram encarregados de executar a largada. O francês natural de Le Mans fez um incrível início de prova subindo para a quarta posição, enquanto o mexicano ficou preso no pelotão antes da única neutralização da corrida. Os dois foram os últimos a entrar no box e Julien Canal ocupou brevemente a liderança da categoria até que as estratégias dos dois trios de pilotos fossem modificadas.

Com um déficit de performance do carro nº 35, a equipe mandou Olli Caldwell para a pista no início da segunda hora. O britânico fez um duplo revezamento de respeito, mas um leve contato interrompeu sua evolução, obrigando os mecânicos a trocar o capô dianteiro do  Alpine A470. Em seguida, o brasileiro André Negrão assumiu o volante para um revezamento triplo, tentando reduzir a diferença em relação aos seus adversários para voltar ao top 10.

Paralelamente, Julien Canal passou o bastão para Charles Milesi depois de uma hora e meia. O mais jovem do trio acelerou a ofensiva com o carro nº 36, com dois belos revezamentos que o levaram à liderança da classe LMP2 na metade da corrida. Matthieu Vaxivière o sucedeu em seguida, fazendo dois sólidos revezamentos e mantendo a equipe no pelotão de frente, graças a uma excelente gestão do consumo e uma boa execução dos pit stops em uma corrida surpreendentemente fluida. 

As estratégias se realinharam nos últimos 90 minutos de corrida, quando a equipe Azul relançou Olli Caldwell e Charles Milesi na pista. Oscilando no top 5 ao ritmo das paradas, o francês se firmou em quarto lugar depois de uma passagem final no box. Brigando pelo pódio, Charles Milesi teve que se contentar com o quinto lugar depois de ter dado tudo em um forte duelo contra o carro nº 23 da United Autosports, mesmo correndo com pneus muito mais novos. Já o carro nº 35 estava em 11º ao cruzar a linha de chegada. 

Antes da última prova da temporada, a equipe mantém a quinta posição do Troféu da Classe LMP2 do Campeonato da FIA de Endurance. Apesar de o título estar fora de alcance, a Alpine Elf Endurance Team buscará concluir sua rica aventura na classe LMP2 com estilo nas 8 Horas do Bahrein (4 de novembro), antes de se dedicar totalmente ao seu futuro desafio na categoria máxima. 

COMENTÁRIOS

André Negrão

“Foi uma corrida bem difícil do nosso lado da garagem. O carro estava muito bom em termos de equilíbrio, mas simplesmente tivemos falta de desempenho em comparação com nossos concorrentes diretos. Contudo, não podemos baixar os braços e vamos continuar a trabalhar muito para sermos competitivos na última prova da temporada”. 

Olli Caldwell

“Este fim de semana foi frustrante no geral e tivemos que lidar com alguns probleminhas na corrida. Esperávamos que um carro de segurança nos colocasse de volta em uma posição valendo pontos, mas isso não aconteceu. Adorei pilotar em um circuito tão emblemático. Estamos determinados a voltar mais fortes no Bahrein, que é uma pista onde já corri várias vezes em monoposto. Por isso, quero terminar a temporada em grande estilo”.

Memo Rojas

“Não tivemos o ritmo desejado ou esperado e isso complicou nossa semana como um todo. As condições estavam difíceis nos treinos e no final não tínhamos informações de rodagem suficientes para conhecer o circuito com pista seca. Durante a corrida, a performance não estava à altura e tive dificuldades para me manter no pelotão, o que nos prejudicou para partir para a briga. Agora vamos analisar as razões para voltar mais fortes”.

Matthieu Vaxivière

“Este resultado foi sólido graças a uma bela corrida, mesmo que tenha sido um pouco frustrante não subir no pódio. Não tínhamos condições de fazer mais do que isso, tanto em termos de ritmo como de regularidade, sem esquecer a incrível largada feita pelo Julien. Agora vamos analisar tudo em detalhe para encontrar pontos de melhoria e subir no pódio no Bahrein”.

Charles Milesi

“Esta corrida foi positiva e demos nosso máximo. Alguns contratempos como o full course yellow e o tráfego sempre difícil em Fuji nos impediram de brigar por mais um pódio, mas o resultado foi bom no geral, assim como nosso ritmo, que ficou entre os melhores da categoria. Precisamos trabalhar nos dois próximos meses para ter ainda mais performance e terminar a temporada com estilo”.

Julien Canal

“Estou bem contente com minha largada; tive que aproveitar todas as oportunidades possíveis para subir do nono para o quarto lugar. Foi bem intenso, tivemos alguns contatos, mas o carro saiu ileso. Meu primeiro revezamento foi sólido, mas o segundo foi um pouco mais difícil com o tráfego dos Hipercarros brigando entre si. Esta corrida confirma que continuamos no caminho certo, que foi trilhado desde as 24 Horas de Le Mans. Só nos resta ajustar detalhes mínimos, mas estamos totalmente prontos para brigar pelo pódio e este será nosso objetivo no Bahrein”. 

Philippe Sinault, Diretor da Equipe Alpine Elf Endurance Team

“Foi uma bela corrida e podemos ficar satisfeitos. As qualificações não foram boas, mas devemos parabenizar o Julien pela incrível largada que nos colocou de volta na briga pelo pódio. Apesar de ele apresentar um ritmo sólido em comparação com os pilotos das categorias Gold e Platinum, ele teve um desgaste prematuro dos pneus, mas o trabalho iniciado por ele foi mantido com o excelente ritmo do Charles e do Matthieu, que foram os mais rápidos na pista hoje. Isso nos permitiu brigar com os especialistas da categoria até a chegada e isso sempre é um ponto positivo. Já o carro nº 35 teve um fim de semana mais complicado e o Memo e o Olli só conseguiram fazer cinco voltas com a pista seca cada um para conhecer o circuito de verdade. O Memo acabou ficando preso na largada e rapidamente teve dificuldades com os pneus. Por isso, optamos por encurtar seu revezamento, mas a diferença já estava consolidada, apesar de todos os esforços do brasileiro André e do Olli. Vamos aprender com todas as lições para nos preparar para o Bahrein, onde deveremos ser mais agressivos, principalmente nas qualificações, para chegarmos ao grupo certo nesta prova de 8 horas. O último trimestre do ano promete ser intenso com o desenvolvimento do nosso Hipercarro em paralelo, mas estamos todos mobilizados na busca por terminar a temporada com estilo para nossos dois trios de pilotos”.

 CLASSIFICAÇÃO

6 Horas de Fuji – Classe LMP2

5. Alpine Elf Endurance Team n° 36

11. Alpine Elf Endurance Team n° 35

Troféu FIA de Endurance – Classe LMP2

5. Alpine Elf Endurance Team n° 36 – 74 pontos

11. Alpine Elf Endurance Team n° 35 – 21 pontos

- Publicidade -
Google search engine
NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
Google search engine

Mais Popular